Dalva de Oliveira: A dor que grita

“Vieram, por ti, músicas límpidas,
trançando sons de ouro e de seda.” Cecília Meireles

Capa

Dalva de Oliveira, a Rainha do Rádio, da dor, do Trio de Ouro, da comédia e da tragédia do amor.
Sua voz emocionada e comprida procurava Deus, Ave Maria e os amores que perdeu.
Procurava as flores, a grande verdade e o segredo da vida.
Procurava bandeira branca para a guerra em que seu coração se envolveu.

“Eu, que lutei tanto contra a inveja e maldição,
Sinto essas mãos enfraquecidas a sangrar,
Que já não podem te apertar,
Foge de mim”

Dalva fugia da dor e a dor fugia de Dalva, mas como em um beco sem saída, acabavam se reencontrando na despedida.
A dor de Dalva é aquela dor aflita, que não suporta tamanho sofrimento e grita.
Uma dor tão grande que arranha os céus do “segundo andar” e afoga estrelas no mar.
A dor de não saber deixar de amar.
Dalva de Oliveira sempre amou.
Apesar do sofrimento.
Apesar do abandono.
Apesar da dor.
A dor fazia parte do seu amor.
“Tanto riso, oh quanta alegria
Mais de mil palhaços no salão
Arlequim está chorando
Pelo amor da Colombina
No meio da multidão”

Dalva de Oliveira, voz azul como o céu de estrelas, azul como o céu de nuvens, azul como o céu da música brasileira.
“Pois quem mora lá no morro
Já vive pertinho do céu”
Dalva de Oliveira vive no céu e no coração dos que na Terra ainda sofrem pelo seu amor.
Amor que sangra.
Amor que grita.
Amor que supera as dores e desafios da vida.
Dalva de Oliveira, para sempre nossa rainha!

Dalva-de-Oliveira-musica

Raphael Vidigal

Lido na rádio Itatiaia por Acir Antão em 15/11/2009.

Compartilhe

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on linkedin
LinkedIn
Share on email
Email

Comentários pelo Facebook

19 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Recebas as notícias da Esquina Musical direto no e-mail.

Preencha seu e-mail:

Publicidade

Quem sou eu


Raphael Vidigal

Formado pela Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais, atua como jornalista, letrista e escritor

Categorias

Já Curtiu ?

Siga no Instagram

Amor de morte entre duas vidas

Publicidade

PHP Code Snippets Powered By : XYZScripts.com