Teatro: Suellen Ogando

“Declina o sol,
Levita a d’alva;
Silentes os pássaros
Nos ninhos,
Busco o meu.
E a lua em flor
No alto zênite,
Se assenta
E sorri na noite.” William Blake

Suellen Ogando, talvez você nunca tenha ouvido falar nesse nome, admito o desconhecimento, afinal evidências nem sempre associam fielmente a balança. É que o teatro, e o de Belo Horizonte, não é contemplado com tantos olhos quanto os para os televisores.

Sem afeição de caso ou demérito contrário, todos buscam lugar ao sol, e a peneira é grande, gorda, rechonchuda, quase nunca justa. Porque os que estão no alto, vítimas dos aplausos, não lhes tiro os elogios nem lego culpa. Apenas quero falar de Suellen Ogando.

Atriz de teatro. Sim, de teatro. Teatro mineiro, no caso, Belo Horizonte. Mais de 38 espetáculos, arrisco 40, no mínimo. Entre infantis, adultos e empresariais, em todos os ramos, bate a arte.

“O Auto da Compadecida”, com direção de Alexandre Toledo, em 2009; “Centavo por Centavo”, dirigido por Julio Margarida, em 2007; e o musical “A Pequene Sereia”, por Fernando Bustamante, que a manteve em cartaz de 2004 a 2009; mais do que constarem no currículo, pregaram-se à lembrança dos espectadores.

O teatro tem espectadores. O cinema tem espectadores, onde também esteve, em produções como os longa metragens “Fora de Ordem” e “Pequenas Histórias”, o primeiro por Sérgio Gomes, o segundo Helvécio Ratonn, e na televisão como apresentadora sua graça ficou conhecida pelo grande público.

Suellen Ogando, não importa onde lhe vejam, ou que desliguem o nome à pessoa, lateja tua circunferência em cinco pontas pontiagudas num outdoor de Belo Horizonte.

Raphael Vidigal

Compartilhe

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on linkedin
LinkedIn
Share on email
Email

Comentários pelo Facebook

8 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Recebas as notícias da Esquina Musical direto no e-mail.

Preencha seu e-mail:

Publicidade

Quem sou eu


Raphael Vidigal

Formado pela Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais, atua como jornalista, letrista e escritor

Categorias

Já Curtiu ?

Siga no Instagram

Amor de morte entre duas vidas

Publicidade

PHP Code Snippets Powered By : XYZScripts.com