O conto da loucura: Elo Mar

“Então um homem não pode simplesmente abrir uma porta e olhar?” Clarice Lispector Acordei louco, uma manhã de setembro. Numa bela manhã de setembro, acordei

Veja mais »

Disfarces

“Il y a toujours quelque chose d’absente qui me tourmente.” de Camille Claudel para Rodin Nuca no bafo. Não se olham. Palavras intactas na garganta.

Veja mais »

Recebas as notícias da Esquina Musical direto no e-mail.

Preencha seu e-mail:

Publicidade

Quem sou eu


Raphael Vidigal

Formado pela Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais, atua como jornalista, letrista e escritor

Categorias

Já Curtiu ?

Siga no Instagram

Amor de morte entre duas vidas

Publicidade

PHP Code Snippets Powered By : XYZScripts.com