O Futuro da Música

“Mas queria que você entendesse os meus poços escuros, os meus becos – que me fazem mergulhar em silêncios às vezes longos. (…) Não devemos nos perder, somos tão poucos,” Caio Fernando Abreu

O Futuro da Música

Acho que estamos indo pelo caminho errado. Não se apresse a considerar-me reacionário e em desfavor do progresso. Só noto uma falta de conteúdo quando se discute o futuro de engrenagens e fixa-se o pensamento nas ferramentas.

Notebook, computador, monitor LCD, Led Netbook, Tablet, MP3 e outras conotações do gênero tomam as manchetes dos jornais, já impressos em telas sensitivas. E é aí que se estabelece a confusão.

Considera-se sensitivo como sensível, troca-se fossa por bossa, e uma letra faz uma baita diferença, como o cedilha no lugar errado. A música tem seu futuro garantido na humanidade independente da mudança de suportes.

Essencialmente, o som espalha-se, seja por rolo, fita ou chip. Como se dará a proliferação do material? Tanto faz. É discutível a peregrinação em alta escala duma forma musical entendida nos parâmetros de outrora, pois já o rap muda alguns parágrafos, preceitos até.

Se falada ou cantada, rítmica ou melódica, chula ou farta, a música prosseguirá, perene em alguns casos, rala em outros tantos. Em qual automóvel irá sentar-se? No conforto acolchoado duma limusine ou na poltrona gasta dum ônibus bem cuidado pelo nacional transporte público.

De jeito maneira a música renasce, reacende, ressuscita, pois quem é vivo sempre pleiteia, diria o pirotécnico Zacarias, ousadia de Murilo Rubião, este sim, um inovador de estilo.

O Futuro da Música Esquina

Raphael Vidigal

Compartilhe

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on linkedin
LinkedIn
Share on email
Email

Comentários pelo Facebook

3 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Recebas as notícias da Esquina Musical direto no e-mail.

Preencha seu e-mail:

Publicidade

Quem sou eu


Raphael Vidigal

Formado pela Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais, atua como jornalista, letrista e escritor

Categorias

Já Curtiu ?

Siga no Instagram

Amor de morte entre duas vidas

Publicidade

PHP Code Snippets Powered By : XYZScripts.com