Milton Nascimento (Cantores brasileiros)

“Solto a voz nas estradas, já não quero parar
Meu caminho é de pedras, como posso sonhar
Sonho feito de brisa, vento vem terminar
Vou fechar o meu canto, vou querer me matar” Milton Nascimento & Fernando Brant

Canção da América

Dizem que ele se chama Milton. Dizem que é carioca. Dizem ser um dos maiores cantores do cenário brasileiro, crooner de primeira, além de tudo, compõe como poucos, muito, sem abrir mão da ama qualidade.

De todas essas afirmações certifico-lhes: ao menos duas são mentirosas. Não, não se chama Milton. Veio do Rio de Janeiro, mas não se apressem à precipitada conclusão. É mineiro. Mineiro de verso. Mineiro da prosa.

Bituca, assim o conheceram, e apelidaram-no os primeiros amigos. Pois ficou entre os mais íntimos, até as donzelas, à frente de quem mostrava indefectível timidez, que desaparecia ao soltar o grito, o brado, o canto das minas. Gerais, poéticas, e cândidas.

Rita Lee modificou a própria canção para referi-lo: “Nada melhor do que nada na cuca, só pra deitar e rolar com Bituca”. Elis Regina embriagou o repertório com sal grosso, a fé cega e a faca amolada do menino por quem declarou-se apaixonada. A recíproca calorosa legou aos fãs arrebatadoras interpretações.

E sempre que se volta a ele lembra-se do Clube da Esquina. Um retiro nascido em meio aos sonhos de adentrar a carreira artística, com muita dedicação, esmero, jazz, Beatles, harmonia e vozes líricas (além da definição erudita).

Seguem neste rio imenso, nesta travessia, este São Francisco, esta música sacra, religiosa, só pertence aos seus, é única: Milton, Bituca, Três Pontas, Esquina. No seu coração bate Maria, Cálix Bento, Nos Bailes da Vida, Minas.

Cantor Milton Nascimento

Raphael Vidigal

Publicado no jornal “Hoje em Dia” em 26/10/2012.

Compartilhe

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on linkedin
LinkedIn
Share on email
Email

Comentários pelo Facebook

12 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Recebas as notícias da Esquina Musical direto no e-mail.

Preencha seu e-mail:

Publicidade

Quem sou eu


Raphael Vidigal

Formado pela Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais, atua como jornalista, letrista e escritor

Categorias

Já Curtiu ?

Siga no Instagram

Amor de morte entre duas vidas

Publicidade

PHP Code Snippets Powered By : XYZScripts.com