Marcos Nimrichter – Querência

“As palavras fizeram curvas no ar e chegaram ao meu ouvido como gotas de óleo.” Murilo Rubião

Marcos-Nimrichter.jpg

“Querência” é fruto do projeto Faixa Musical, do Canal Brasil. Pensado como trilha sonora da série ‘América Latina’, que ouve vozes indignadas e talentosas da região, o trabalho ganhou vida própria. Filmado em preto & branco, com direção de Felipe Nepomuceno e filmado em HD, chega às lojas em formato CD e DVD, contabilizando 16 canções.

O trabalho expõe a interação do pianista e acordeonista Marcos Nimrichter com músicos, canções e instrumentos. Calcado no improviso e na entrega, os registros ganham amplitude na versão audio, mas se dispersam na tela. A inserção de imagens dilui o jogo de sentimentos, presente em clássicos de Claude Debussy (“Clair de Lune”), Beethoven (“Sonata ao Luar”) e “Aguita Serpentina”, música de autor desconhecido que conta com a participação da cantora argentina Laura Meradi.

Com formação autodidata, Nimrichter, que já se apresentou ao lado de Chico Buarque, Cássia Eller, Milton Nascimento, Zé Kétti, e outros ases da música popular brasileira, apresenta composições instrumentais da própria autoria, algumas em parceria com o flautista Mauro Senise, também participante do álbum, e reitera a envergadura de sua obra, em canções de aspecto sinuoso e crescente, como “Mergulhadores”, “Querubim”, “Kiron” e “Querência”. Dentre todas, destaca-se a emocionante “Cavalgando o vento”.

Ao adentrar o universo de outros compositores, como Chopin, Robert Schumann, e Astor Piazzolla, na estupenda “Oblivion”, Marcos seduz o ouvinte em solos intermináveis, que ao acabarem suscintam o desejo de continuísmo. “Candombito”, incrementado com a voz e o violão de Kevin Johansen, é outro belo momento. “Mulher Rendeira”, de Zé do Norte, fecha o álbum de maneira primorosa, com o acréscimo da feliz surpresa.

Em suma, o disco vale mais a pena que o vídeo, ao permitir a quem o adquira a possibilidade livre, por exemplo, de criar um círculo, contrário ao limitado nos modelos propícios.

Marcos-Nimrichter-Querencia.jpg

Raphael Vidigal

Publicado no jornal “Hoje em Dia” em 26/12/2012.

Compartilhe

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on linkedin
LinkedIn
Share on email
Email

Comentários pelo Facebook

2 Comentários

  • Gostei muito do arranjo para a música “coisa nº2? do Moacir Santos. Tomara que não tenham que ouvir Caetano no seu disco…hehehe

    Resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Recebas as notícias da Esquina Musical direto no e-mail.

Preencha seu e-mail:

Publicidade

Quem sou eu


Raphael Vidigal

Formado pela Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais, atua como jornalista, letrista e escritor

Categorias

Já Curtiu ?

Siga no Instagram

Amor de morte entre duas vidas

Publicidade

PHP Code Snippets Powered By : XYZScripts.com