Benedito Lacerda (Chorinho)

Flautista

De ouvido, aprendeu a tocar. De butuca, como se diz hoje em dia. No tempo do cinema mudo, do silêncio, a calmaria das ruas. E a sua flauta subindo pelas paredes como cobra coral que se enrosca na árvore e não solta. Na Jardineira, tão contestada e aclamada. Como era incontestável o seu talento para compor temas instrumentais e executá-los com maestria.

Para isso, contava com a ajuda de jovens nobres, e também dos mais antigos. Entre eles, foram seus correspondentes no campo da composição Ary Barroso (‘Falta um zero no meu ordenado’), Herivelto Martins (‘A Lapa’ está voltando a ser a Lapa), Aldo Cabral (‘Em Mangueira na hora da minha despedida, todo mundo chorou…’), Humberto Porto (no clássico vencedor do concurso de carnaval de 1939), e muitos outros.

Sem falar que foi dos primeiros a efetivar um conjunto de choro que tocasse da maneira bem brasileira, celebrizando o ‘Regional de Benedito Lacerda’, com Meira no violão, Dino no 7 cordas que rendeu-lhe o apelido, Popeye no pandeiro e Canhoto no cavaquinho. Que foi ele o único a gravar com o mestre Pixinguinha distribuindo aula de ponto e contraponto na harmonia entre tenor e contralto, flauta e sax, dois gomos da mexerica que completam a casca.

Cantores foram vários, inúmeros: Carmen Miranda, Francisco Alves, Mário Reis, Orlando Silva, Silvio Caldas, só para ficar em alguns nomes. E como de mexericos, polêmicas e prosódias sua vida foi realmente recheada, resta-nos saborear o óbvio e mais alto estafe de sua particular biblioteca legada à modernidade e aos tempos vindouros: Música.

Flauta e Saxofone

Raphael Vidigal

Lido na Rádio Itatiaia por Acir Antão dia 18/03/2012.

Compartilhe

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on linkedin
LinkedIn
Share on email
Email

Comentários pelo Facebook

8 Comentários

  • Muito bom!!! Tenho aprendido tanto no site…Música tão agradável e talentos extraordinários. Bjos…

    Resposta
  • Aqui, ” OS GRANDES! ” . Bela Seleção !!! Coisas de valor na música.
    Coisas coutras interessantes!……….. VAI VER , VAI !

    Resposta
  • BENEDITO LACERDA além do chorinho, era um bamba nas rodas de samba com PIXINGUINHA, JOÃO DA BAHIANA e outros bambas da época de ouro da música brasileira, parabéns por relembrar deste gênio da música.

    Resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Recebas as notícias da Esquina Musical direto no e-mail.

Preencha seu e-mail:

Publicidade

Quem sou eu


Raphael Vidigal

Formado pela Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais, atua como jornalista, letrista e escritor

Categorias

Já Curtiu ?

Siga no Instagram

Amor de morte entre duas vidas

Publicidade

PHP Code Snippets Powered By : XYZScripts.com