Cazuza: Renascer em Copacabana

“A vida é bela e cruel
Despida
Tão desprevenida e exata
Que um dia acaba” Cazuza

Ao Vivo em Copacabana

Posto nas lojas em julho de 2009 o CD e DVD “Tributo a Cazuza – ao vivo na praia de Copacabana”, é o registro do show realizado em 2008, ano da celebração de 50 anos de vida do poeta caso ele não tivesse morrido em 1990, aos 32 anos.

Vários tributos pontuaram a carreira do cantor, e um dos diferenciais deste é justamente o fato de ter sido realizado na praia, dos locais preferidos e mais frequentados por Cazuza.

Infelizmente nomes de peso e que fizeram parte ativamente da vida pessoal e criativa do cantor ficaram de fora, cedendo o lugar para Preta Gil, Rodrigo Santos, Gabriel Thomaz e Liah.

Bebel Gilberto, Marina Lima, Simone e Adriana Calcanhotto com certeza dariam maior credibilidade a um espetáculo que se propôs a homenageá-lo. O na época VJ da MTV, Lobão, também não estava lá, ele que só para começar foi amigo íntimo e parceiro em composições como “Mal Nenhum”, “Azul e Amarelo”, entre outras, além de ser o criador (juntamente com Bernardo Vilhena) de “Vida Louca Vida”, imortalizada na voz de Cazuza.

Outro esquecido foi Léo Jaime (que embalava o tema Maior Abandonado em novela das 7 da Rede Globo), responsável por apresentar Cazuza ao Barão Vermelho no início da carreira. Já Frejat não pôde comparecer por motivo de agenda e teve a ausência sentida.

Falando dos presentes, Angela Ro Ro, para quem foi composta “Malandragem”, sucesso na voz de Cássia Eller, e parceira de Cazuza em “Cobaias de Deus”, participou pela primeira vez de um tributo ao amigo, e como de costume demonstrou a habitual visceralidade e energia em cima do palco, transmitidas através de sua voz rouca e de performance debochada, traços marcantes da personalidade.

Ney Matogrosso, Caetano Veloso e Sandra de Sá fizeram o que deles já se esperava e formam, juntamente com Ro Ro, o ponto alto do DVD. Arnaldo Brandão foi quem mais ousou, ao interpretar a “lado C” “Jovem”, rock adolescente de Cazuza gravado pelo vocalista do Hanói-Hanói.

Os pecados do DVD estão em contar com convidados pouco conhecidos do compositor, demonstrando falta de critério, e em deixar de fora da seleção final “Minha Flor, Meu Bebê”, interpretada lindamente por Caetano Veloso na ocasião da festa.

O ponto positivo, além dos nomes já citados, é o Making Off que traz os artistas dando depoimentos a respeito do exagerado, Arnaldo Brandão sentencia: “ele era muito preciso quando queria ser cruel”.

Aos 50 anos, nem tão cruel nem tão preciso, um misto entre Angela Ro Ro e Preta Gil, Ney Matogrosso e Liah.

Segue abaixo a lista de músicas do CD e DVD.

DVD:
1. Por que a gente é assim? – Ney Matogrosso
2. Pro dia nascer feliz – Ney Matogrosso
3. Vem comigo – Zélia Duncan
4. O tempo não pára – Zélia Duncan/part esp.; Arnaldo Brandão
5. Maior abandonado – Caetano Veloso
6. Ideologia – Paulo Ricardo
7. Ponto fraco – Paulo Ricardo
8. Brasil – Gabriel O Pensador/part. esp.; George Israel
9. Preciso dizer que te amo – Sandra de Sá
10. Blues da piedade – Sandra de Sá
11. Vida louca vida – Leoni
12. Mal nenhum – Leoni
13. O nosso amor a gente inventa – Preta Gil
14. Todo o amor que houver nessa vida – Angela Ro Ro
15. Malandragem – Angela Ro Ro
16. Solidão que nada – George Israel
17. Codinome Beija-flor – Rodrigo Santos
18. Jovem – Arnaldo Brandão
19. Beth Balanço – Gabriel Thomaz/Liah/Rodrigo Santos
20. Exagerado – Paulo Ricardo/Preta Gil /Leoni

CD:
1. Por Que a Gente é Assim? – Ney Matogrosso
2. Pro Dia Nascer Feliz – Ney Matogrosso
3. Vem Comigo – Zélia Duncan
4. O Tempo Não Pára – Zélia Duncan
5. Maior Abandonado – Caetano Veloso
6. Ideologia – Paulo Ricardo
7. Brasil – Gabriel o Pensador
8. Preciso Dizer Que Te Amo – Sandra de Sá
9. Vida Louca Vida – Leoni
10. O Nosso Amor a Gente Inventa – Preta Gil
11. Malandragem – Angela Ro Ro
12. Codinome Beija-Flor – Rodrigo Santos
13. Beth Balanço – Gabriel Thomaz/Liah/Rodrigo Santos
14. Exagerado – Paulo Ricardo/Preta Gil/Leoni

Poeta Exagerado

Raphael Vidigal

Compartilhe

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on linkedin
LinkedIn
Share on email
Email

Comentários pelo Facebook

9 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Recebas as notícias da Esquina Musical direto no e-mail.

Preencha seu e-mail:

Publicidade

Quem sou eu


Raphael Vidigal

Formado pela Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais, atua como jornalista, letrista e escritor

Categorias

Já Curtiu ?

Amor de morte entre duas vidas

Publicidade