As Canções de Ângela Maria: Estrela Infinita

“Por essa vida fora hás de adorar
Lindas mulheres, talvez; em ânsia louca,
Em infinito anseio hás de beijar
Estrelas d’oiro fulgindo em muita boca!” Florbela Espanca

angela-maria

Ângela Maria, a voz doce e quente que canta para o mundo.
A voz do adeus, das brigas e despedidas.
A voz que perdoa os “tapas na cara” e confia no poder de amar do coração.
Como disse Chico Buarque: “Ângela é todas numa só voz.”
Uma voz imensa que enche a “noite vazia” de amor e luz.

“Em nome do amor
Que houve entre nós dois
Deixemos pra depois
O adeus”

Ângela Maria é a voz de uma dor que sangra.
Uma dor que corta qual fosse lâmina.
A dor impulsiva que quebra os pratos, tranca os quartos e bebe os licores amargos da separação.
A dor que troca venenos com o coração.
É a voz de “um amor desesperado”.
O amor sem limites.
O amor que não dorme nem boceja.
O amor que é passarinho com vontade de voar.

“A fronteira do amor tem limites
Que quem ama jamais percebeu”

Ângela Maria canta o amor da rua que amanhece e a dor das luzes que se apagam.
O amor que se perdeu pela cidade deserta e a dor que se escondeu em todas as portas fechadas.
Canta com a alma partida de dor, procurando esquecer o amor que os olhos já não podem ver.
O amor que machuca.
O amor que alcança o infinito.
“Pois sem amor
Estamos sós
Morremos nós”

Enquanto uma estrela no céu brilhar o amor de Ângela Maria jamais morrerá.
Enquanto uma rosa desabrochar o amor de Ângela Maria jamais morrerá.
Enquanto Ângela Maria cantar o amor não fenecerá.

“Quando vejo que as coisas
Amanhecem mais bonitas
Eu estou pensando em ti
Quando tudo me alegra
Quando nada me desgosta
Quando o tempo vai passando, eu sem sentir
Eu estou pensando em ti”
Pensando em Ângela Maria, nossa “Estrela Infinita!”

angela-maria-revista-radio

Raphael Vidigal

Lido na rádio Itatiaia por Acir Antão em 16/05/2010.

Compartilhe

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on linkedin
LinkedIn
Share on email
Email

Comentários pelo Facebook

6 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Recebas as notícias da Esquina Musical direto no e-mail.

Preencha seu e-mail:

Publicidade

Quem sou eu


Raphael Vidigal

Formado pela Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais, atua como jornalista, letrista e escritor

Categorias

Já Curtiu ?

Amor de morte entre duas vidas

Publicidade